Sorgo MT

Cultivo de sorgo tem queda em Mato Grosso e Conab registra perda de espaço ano após ano

Na safra 2018/19, por exemplo, foram produzidas 92 mil toneladas. Companhia de Abastecimento atribui queda à cultura do milho, que tem excelentes preços e rentabilidade. Sorgo, com isto, acaba não sendo a primeira opção.
Segunda-feira 01 de Junho de 2020
MT Econômico
Cultivo de sorgo tem queda em Mato Grosso e Conab registra perda de espaço ano após ano

Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontou a queda no cultivo de sorgo em Mato Grosso. Na safra 2019/20, estimativa é de produção de 64 mil toneladas, 30% a menos do que safra anterior. Conclusão é de que grão tem perdido seu espaço ano após ano. 

Na safra 2018/19, por exemplo, foram produzidas 92 mil toneladas. Companhia de Abastecimento atribui queda à cultura do milho, que tem excelentes preços e rentabilidade. Sorgo, com isto, acaba não sendo a primeira opção. 

“Além do milho, outras culturas têm ganhado espaço na segunda safra, a exemplo do algodão e do gergelim, sendo este bem resistente ao clima seco, característica também do sorgo. E o aspecto econômico, tanto de lucratividade quanto de facilidade na comercialização, tem predominado na opção em relação às demais culturas”, relatou a Conab. 

Área destinada ao sorgo será de apenas 23 mil hectares. Na safra anterior, foram 32,5 mil hectares. Produtividade estimada é de 2,832 kg/ha. 

Leia mais: Condições climáticas e semeadura tardia ocasionaram queda na colheita do milho


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS