Por até 90 dias

Energisa cumpre decisão da Aneel e energia não pode ser suspensa aos inadimplentes

Apesar disso, em nota, a Energisa destacou que os faturamentos continuarão sendo feitos normalmente
Quarta-feira 25 de Março de 2020
MT Econômico
Energisa cumpre decisão da Aneel e energia não pode ser suspensa aos inadimplentes

Devido à instabilidade econômica ocasionada pelo coronavírus que está afetando o bolso de todos os brasileiros, a Energisa acatou a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que vetou a suspensão do fornecimento de energia elétrica por inadimplência durante três meses.

Com isso, os consumidores residenciais, tanto rurais quanto urbanos, não terão energia elétrica suspensa mesmo que fiquem sem quitar suas dívidas por até 90 dias. Apesar disso, em nota, a Energisa destacou que os faturamentos continuarão sendo feitos normalmente e solicitou que os clientes que têm condições de quitar as contas continuem com o pagamento. 

“Esse é um momento de profundas mudanças para a sociedade, no qual o espírito comunitário se torna ainda mais relevante. A empresa ressalta que está dedicada em manter o fornecimento de energia para seus mais de 7,8 milhões de clientes em todo o país”, destacou, em nota. 

O MT Econômico entrou em contato com a assessoria de imprensa da Energisa em Mato Grosso para questionar acerca dos vencimentos acumulados e sobre o risco de inadimplência no curto prazo. A empresa, por outro lado, afirmou que ainda existem itens sendo avaliados e que ainda não é possível dar maiores esclarecimentos. 


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS