Reabertura de Shoppings

Entidades representativas do comércio e lojistas discutem a reabertura dos shoppings em Cuiabá

Além da saúde das pessoas, também é fundamental olhar pela saúde das empresas", enfatizou o presidente da ACC e da Facmat
Segunda-feira 11 de Maio de 2020
Associação Comercial de Cuiabá
Entidades representativas do comércio e lojistas discutem a reabertura dos shoppings em Cuiabá

Uma reunião entre representantes do comércio de Mato Grosso e lojistas dos shoppings centers de Cuiabá, realizada na última sexta-feira (08.05), por videoconferência, definiu que as entidades vão encaminhar, em conjunto, ofícios ao prefeito Emanuel Pinheiro e ao Ministério Público Estadual, solicitando o funcionamento das operações comerciais com a reabertura dos empreendimentos. Da Prefeitura de Cuiabá, participou o advogado Gilberto Gonçalo Gomes da Silva, membro da comissão responsável pela retomada das atividades na Capital.

A reunião foi articulada pela Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC) e contou com a presença dos líderes empresariais da própria Associação, da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (Facmat), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio), da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL) e da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Mato Grosso (FCDL-MT).

"O propósito da reunião foi justamente unir a classe de lojistas dos shoppings de Cuiabá e reivindicar, em nome deles, a abertura dos estabelecimentos. Isso é muito importante para o setor, que passa por um momento difícil em função do fechamento das lojas há mais de um mês devido à pandemia do novo coronavírus. Os empresários estão deixando de vender na segunda data mais importante do varejo, o Dia das Mães, e precisam retomar as atividades o quanto antes", destacou o presidente da ACC e da Facmat, Jonas Alves.

Ele lembrou que a pandemia está instalada no mundo e não terá solução tão rápida. "Todas as pessoas e as empresas terão que se adaptar a isso. Temos que dar um passo, confiar e seguir adiante, atendendo os protocolos já estabelecidos. O setor empresarial não pode ficar parado esperando a pandemia passar para reabrir os negócios. Além da saúde das pessoas, também é fundamental olhar pela saúde das empresas", enfatizou o presidente da ACC e da Facmat.

O representante da Prefeitura de Cuiabá informou que já foram feitas algumas reuniões com os proprietários dos shoppings e houve uma demanda no sentido de serem reabertos, com a apresentação de um plano inicialmente para drive thru e depois para a retomada total das atividades. "Este plano está sendo analisado pela comissão de saúde e nós estamos aguardando o desdobramento disso para poder dar o andamento necessário, já que dia 11 de maio o prefeito deverá tomar novas deliberações".

Ele enfatizou sobre a importância de sair um documento coletivo da reunião com os apontamentos do setor para a reabertura das lojas, a ser verificado pela comissão responsável pelo alinhamento das ações sobre a COVID-19 na Prefeitura de Cuiabá. "Assim vamos ver de que forma conseguimos ponderar essa solicitação", concluiu Gilberto.  

Durante a reunião, os lojistas se manifestaram e foram unânimes em citar a necessidade de reabrir as lojas o quanto antes, tendo em vista o acúmulo de prejuízos no período. Segundo eles, os ambientes são seguros para circulação, até porque vão cumprir todas as medidas preventivas e de segurança dos órgão oficiais, além de um protocolo de como proceder durante a reabertura.

"É um sofrimento e uma angústia ter as nossas lojas fechadas, com funcionários em casa, outros sendo dispensados, as contas vencendo e não temos nenhum respaldo do poder público. É preciso que todos juntos tomem uma atitude para evitar a quebradeira geral das empresas", desabafou o empresário Antonio Luiz Menegassi.

O presidente da CDL Cuiabá, Nelson Soares, destacou a importante da conversa para as entidades seguirem na direção desejada pelos lojistas de shopping. "A nossa proposta inicial era de que os shoppings tivessem aberto no dia 04 de maio. O encontro foi fundamental para ouvirmos os lojistas, termos um norte e definir o que fazer. Vamos encaminhar os ofícios com o que está acontecendo no setor, principalmente pela garantia dos empregos e da vida financeira das lojas. Estamos dispostos a cumprir todas as regras, mas não podemos ficar fechados".

Por fim, o presidente da Fecomércio, José Wenceslau de Souza Júnior, ressaltou que o assunto já foi debatido com o prefeito Emanuel Pinheiro e, mesmo com todos os cuidados e medidas preventivas dos shoppings, até o momento não foi dado um posicionamento. "O prejuízo é grande para os shoppings com o fechamento para o Dia das Mães, mas as entidades estão unidas, desde a retomada do comércio de rua, no dia 27 de abril, e nesse momento é importante também a união dos lojistas, para continuar a luta pela reabertura das atividades", finalizou.

Após o envio dos ofícios, as entidades empresariais ficaram de agendar reuniões para a próxima semana com o prefeito de Cuiabá e o Ministério Público Estadual para deliberar sobre o assunto.

Leia mais: Shopping de Cuiabá terá plataforma de lojas online com delivery para Dia das Mães


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS