dolarizado

Estado pretende emprestar US$ 56,2 milhões para investir em 'governo digital'

Assegurou o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, em sessão na Assembleia Legislativa desta quinta-feira (7).
Sexta-feira 08 de Maio de 2020
MT Econômico
Estado pretende emprestar US$ 56,2 milhões para investir em 'governo digital'

Dinheiro que Estado pretende emprestar junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) será destinado à implantação de novas tecnologias em Mato Grosso, conforme assegurou o secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, em sessão na Assembleia Legislativa desta quinta-feira (7). 

Montante estimado em US$ 56, 2 milhões seria recebido por um período de cinco anos. Em 2020, caso aprovado, a estimativa é de recebimento de US$ 3,260 milhões. Para 2021, outros US$ 15,278 milhões. Os US$ 37.540 milhões seriam repassados entre os anos de 2022 a 2025. 

Programa de Apoio à Gestão dos Fiscos do Brasil (Profisco) em sua segunda etapa terá amortização no prazo de 360 meses e 60 meses de carência. Juros serão de 3,25% ao ano, conforme explicou Gallo. Após carência, Estado deverá pagar cerca de R$ 20 milhões por ano. 

Objetivo é implantar um ‘governo digital’ em que o cidadão possa acessar serviços ofertados pelo Estado utilizando computador ou telefone celular, como acontece hoje nas operações bancárias. 

Projeto chegou na Assembleia Legislativa e recebeu parecer da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária. Na próxima semana, projeto deve ser colocado para votação em Plenário.

Leia mais: Governo licencia 13 empresas para atuar na produção de etanol em Mato Grosso


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS