efeito corona

Governador de MT afirma que não se pode dizer que agronegócio irá segurar crise econômica

Apenas nos primeiros dias de maio, o Estado teve uma queda de R$ 150 milhões referentes a arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
Segunda-feira 25 de Maio de 2020
MT Econômico
Governador de MT afirma que não se pode dizer que agronegócio irá segurar crise econômica

Governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que não se pode dizer que agronegócio pode segurar possível crise econômica enfrentada em decorrência do novo coronavírus em Mato Grosso. Estado representa a maior parcela do Produto Interno Bruto (PIB) do setor. 

Apenas nos primeiros dias de maio, o Estado teve uma queda de R$ 150 milhões referentes a arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Mendes pontuou que é importante, ainda, analisar as relações com os chineses.  

“É cedo para dizer que passaremos incólumes, desapercebidos. O agro produz aquilo que é mais importante, que é alimento. O setor de algodão talvez sofra um pouco mais, porque é um bem não tão necessário, mas o setor de soja está bem, o milho está bem e as proteínas vão bem e com isso o principal motor da nossa economia”, disse o governador. 

Leia mais: Associação de exportadores de carne ajuíza ação no STF para não pagar Fethab


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS