Revisão Tributária

Governo quer criar alíquota máxima de 25% para imposto de renda e liberar saques no FGTS

Presidente falou também sobre novas regras para saques do FGTS
Quinta-feira 18 de Julho de 2019
Agência Brasil / MT Econômico
Governo quer criar alíquota máxima de 25% para imposto de renda e liberar saques no FGTS

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que o governo vai reduzir a alíquota máxima do imposto de renda (IR) para 25%. Atualmente, pessoas físicas pagam até 27,5% e pessoas jurídicas, como empresas, pagam até 34% de IR.

Outra ideia do governo é unificar impostos e contribuições federais, como PIS, Cofins, IPI e IOF, em um imposto único.   

"O que nós queremos fazer, conforme explanação do Marcos Cintra, na reunião de ministros, é mexer só com os tributos federais. Uma tabela de imposto de renda de, no máximo, 25%, e dar uma adequada. E nós queremos, segundo o próprio Onyx Lorenzoni falou, na reunião, nós queremos, ano a ano, ir reduzindo nossa carga tributária", afirmou o presidente em entrevista a jornalistas logo após participar da cúpula do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina.

Ainda na entrevista, Bolsonaro disse que estuda liberar até 35% saques de contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). "É uma pequena injeção na economia e é bem-vindo isso daí, porque começa a economia, segundo os especialistas, a dar sinais de recuperação", disse.

Essa semana deve ser publicada mais informações sobre as regras de saques.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS