Coronavírus MT

Primeiro caso do coronavírus é confirmado em MT. Empresários e poder público se preparam para os efeitos econômicos

O governo já prevê queda na arrecadação e prepara medidas para enfrentar a crise em 2020 que deve atingir não apenas Mato Grosso, mas o Brasil e o mundo
Sexta-feira 20 de Março de 2020
MT Econômico
Primeiro caso do coronavírus é confirmado em MT. Empresários e poder público se preparam para os efeitos econômicos

O estado de Mato Grosso teve seu primeiro caso de coronavírus registrado ontem (19) em Cuiabá, conforme resultado de contraprova do Laboratório Central do Estado (Lacen-MT). O exame já tinha dado positivo no primeiro teste em laboratório particular, mas tinha que passar pelo laboratório oficial para a confirmação definitiva.

Até o momento, são 59 casos suspeitos no estado, sendo 28 somente em Cuiabá. 

As ocorrências que levantam a suspeita de COVID-19 estão em Lucas do Rio Verde (2), Aripuanã (2), Araputanga (4), Cuiabá (28), Nova Xavantina (2), Rondonópolis (4), São José do Rio Claro (2), Sinop (1), Ipiranga do Norte (1), Juína (1), Juruena (1), Campo Verde (2), Campo Novo do Parecis (1), Poxoréu (1), Tangará da Serra (1), Várzea Grande (3), Primavera do Leste (1) e Cáceres (2).

Medidas econômicas

As entidades que representam a classe do comércio e indústria se preparam para os efeitos econômicos em 2020. Essa semana as mesmas entregaram um ofício ao governo do estado e prefeitura de Cuiabá solicitando adiamento no pagamento de débitos empresariais e tributos por 180 dias, visando minimizar os efeitos que os empresários estão tendo com queda nas vendas e perda de produção, como o impacto do Covid-19.

O governo estadual já prevê queda na arrecadação e prepara medidas para enfrentar a crise em 2020 que deve atingir não apenas Mato Grosso, mas o Brasil e mundo.

O atual esforço do poder público nesse momento é conter o avanço e proliferação do vírus em Mato Grosso. Diante disso, diversas recomendações foram feitas pelo Ministério da Saúde e estão sendo transmitidas pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT). Entre elas estão:

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

- Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

No geral, é recomendado que as pessoas fiquem mais em casa e evitem contato com aglomerações. 

Hoje em dia, a internet ajuda muito para que as pessoas deem continuidade aos seus trabalhos por home office. No caso do comércio, que demanda de atendimento ao público, a sugestão é que sejam feitas vendas por delivery ou pelo canal online.

No Brasil, o coronavírus, a queda do petróleo e o BPC podem agravar a crise econômica no país.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS