Legislativo

Redução de gastos na Assembleia Legislativa gera devolução de R$ 47 milhões para governo de Mato Grosso

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) disse que a determinação da mesa diretora é gastar menos
Quarta-feira 15 de Janeiro de 2020
MT Econômico
Redução de gastos na Assembleia Legislativa gera devolução de R$ 47 milhões para governo de Mato Grosso

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) devolveu o montante de R$ 47 milhões para o governo do estado em 2019. Isso só foi possível devido ao controle de gastos da Casa de Leis. 

O dinheiro repassado ao governo foi destinado para a aquisição de viaturas de segurança pública, compras de ambulâncias, obras no setor de infraestrutura e regularização fundiária. 

Uma parte da verba foi direcionada ao setor da saúde, incluindo o Hospital do Câncer, para o funcionamento da UTI Pediátrica e à Santa Casa de Misericórdia, visando pagamento dos salários atrasados dos servidores do hospital filantrópico, que hoje possui gestão estadual. 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) disse que a determinação da mesa diretora é gastar menos, somente com recursos necessários para despesas de pessoal, administrativas e pagamento de fornecedores. 

"Estamos gastando aqui só o que é necessário e devolvendo para as ações do governo que são mais emergenciais à população, como a Santa Casa, Hospital do Câncer, a questão dos presídios que era muito urgente, compra de viaturas para a polícia militar e algumas ações da Sinfra, que também são importantes", destaca Botelho. 

O valor devolvido ao governo do estado representa mais de 10% do orçamento da Assembleia Legislativa de Mato Grosso no exercício de 2019.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS