TANGARÁ DA SERRA

Sexta tem Dia de Campo sobre Diversificação de Culturas

O presidente da Empaer, Layr Mota da Silva, ressalta que o Dia de Campo promoverá a transferência de tecnologia para o pequeno produtor, mostrando a evolução dos produtos e seu uso
Quinta-feira 02 de Junho de 2016
Redação
Sexta tem Dia de Campo sobre Diversificação de Culturas


Nesta  sexta-feira (03.05) haverá  Dia de campo sobre diversificação de culturas, no Campo Experimental da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), em Tangará da Serra. 

Nesse evento serão apresentadas novas tecnologias e serviços voltados para a agricultura familiar com demonstração em unidades de produção. O evento contará com a participação de produtores rurais, pesquisadores, estudantes, técnicos e outros. A visita começa a partir das 8 horas.

Os visitantes vão percorrer uma área contendo genótipos de bananeira dos tipos, maçã, prata, e farta velhaco (banana da terra), cultivares ou híbridos mais produtivos e resistentes às principais doenças fúngicas. Será apresentados também produtos biofortificados com o cruzamento de plantas da mesma espécie, gerando cultivares mais nutritivas, sistemas agroflorestais para recuperação de áreas degradadas, variedades de mandioca utilizada na mesa e indústria, desenvolvimento de cultivares da cultura do feijoeiro comum, cultura do abacaxi e adubação orgânica.

O presidente da Empaer, Layr Mota da Silva, ressalta que o Dia de Campo promoverá a transferência de tecnologia para o pequeno produtor, mostrando a evolução dos produtos e seu uso. Ele esclarece que o objetivo do Dia de Campo, além de divulgar o trabalho é consolidar a imagem da pesquisa, assistência técnica e extensão rural no Estado de Mato Grosso. “O Campo Experimental é um modelo de transferência de tecnologia para o agricultor familiar, possibilitando que a sua propriedade tenha lucro e renda”, esclarece.

O supervisor do Campo Experimental, Welington Procópio, destaca que estão utilizando uma área de 65 hectares para o desenvolvimento da pesquisa e também de outras culturas, tais como do arroz, citros (laranja, limão e pocan), maracujá (pérola do cerrado) e em fase de implantação a pesquisa com a frutífera pitaía, parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). “O Dia de Campo pretende difundir novidades, tecnologias, criar condições e oportunidades para o agricultor familiar”, destaca.

Mais informações pelo telefone (65) 9672 5440.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS