STARTUP MUNDI

Cuiabá é sede de evento do Startup Mundi sobre gameficação de novos negócios

A capacitação de líderes CLA Centro-oeste é promovida pela organização Techstars, em parceria com o Google, e com o apoio do Sebrae Mato Grosso.
Sexta-feira 19 de Outubro de 2018
Redação
Cuiabá é sede de evento do Startup Mundi sobre gameficação de novos negócios

Desde esta quinta-feira (18) que o SebraeLab está realizando um programa de gameficação sobre startups em Cuiabá. Facilitadores e líderes de comunidade estão vivenciando a experiência ontem (18) e hoje, sexta-feira (19).

Está em Cuiabá a cofundadora da Startup Mundi, Fabiele Nunes, para capacitar facilitadores e líderes comunitários. Para entender o caminho pelo qual as startups percorrem e impulsionar o desenvolvimento do ecossistema regional, 16 lideranças do Centro-oeste, participantes do Community Leader Academy, foram selecionadas para vivenciar a experiência de gameficação, durante um piloto, nesta sexta-feira (16), a partir das 19h, no espaço Poltrona Nerd, em Cuiabá.

Nesta quinta-feira (18), um grupo de 17 especialistas, da sede e de agências do Sebrae no interior do Estado, passaram pela capacitação no Centro de Eventos do Pantanal, das 8h às 18h. Em sintonia com as melhores práticas de concepção, validação e escala de negócios, a iniciativa busca fortalecer programas de inovação simulando a jornada de se levar uma ideia rapidamente ao mercado. Por ano tem se mantido o número médio de cem novas startups surgindo no Estado, conforme monitoramento do Núcleo de Startups do Sebrae/MT, que atua como realizador ou parceiro em eventos e programas de pré-aceleração.

“É muito importante ver esse movimento de inovação saindo dos principais hubs, uma vez que cada região possui suas principais vocações. Em Mato Grosso, por exemplo, existe um potencial para as agrotecs. No Amazonas, observamos soluções ligadas à biodiversidade, ao empreendedorismo ribeirinho e soluções fluviais. Ao compartilhar essa metodologia, ajudamos a plantar o mindset, uma maneira de pensar, que estimule o ecossistema de cocriação, já que, diferentemente das franquias ou microempresas, as startups não caminham por si só. Elas necessitam de apoio”, explicou Fabiele Nunes.

Os desafios que a transformação digital impõe aos negócios exigem leituras rápidas das oportunidades e atitudes para implementar ideias que possam agregar valor às ofertas de soluções, com olhar especial para o mercado e para as cidades onde atuam. “E necessário entender o processo de validação de uma ideia inovadora. O que mais vejo são pessoas com ideias geniais que não querem compartilhar com ninguém, buscam somente o recurso. Uma ideia sem validação não tem valor de mercado. São necessárias competências para rodar essa ideia na prática, no mercado”, provocou a responsável pelo game experience.

O jogo faz parte das metodologias que serão apresentadas no SebraeLab – um local de estímulo à inovação, ao consumo de informações, com salas de experimentação, ideação, descompressão e reuniões, estúdios e auditório multiuso, que deverá ser inaugurado no mês de novembro. Não só o comportamento humano vem mudando com o uso das tecnologias digitais, mas também o cotidiano das empresas, diante da necessidade de canais que possibilitem a relação com os clientes.

Além da programação de cursos e eventos, o SebraeLab deverá atender tanto as necessidades dos empresários que buscam apoio para aperfeiçoar a gestão de seus negócios como impulsionar empreendimentos disruptivos, atuando na capacitação e preparo das startups e no contato com o mercado e investidores.

Community Leader Academy Centro-Oeste

No próximo sábado e domingo, dias 20 e 21 de outubro, o Centro Sebrae de Sustentabilidade sediará o Community Leader Academy Centro-oeste, um encontro interativo de dois dias, que reúne organizadores, facilitadores, líderes da comunidade e influenciadores de todos os setores do ecossistema de startups da região. Para esta edição do evento estão previstos 50 participantes de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e do Distrito Federal.

O programa ajuda esses líderes voluntários a desenvolverem suas habilidades, com ferramentas que possam acelerar o movimento local de empreendedorismo. “Este evento vai ao encontro dos objetivos do projeto de Startups do Sebrae, que é de empoderar as comunidades locais para que possam ser protagonistas da inovação em sua região”, explica o gestor do Núcleo de Startups do Sebrae/MT, Fernando Pscheidt, lembrando que o desenvolvimento de uma startup passa por quatro estágios, divididos em curiosidade (surge a ideia e o desejo de empreender), ideação (a ideia está formatada e validada), operação (tem o produto e atende clientes) e tração (consolidou a startup e busca expansão e investimentos). 

A capacitação de líderes CLA Centro-oeste é promovida pela organização Techstars, em parceria com o Google, e com o apoio do Sebrae Mato Grosso.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS