avaliação agro

Imea avalia que impactos do coronavírus sobre o agronegócio podem aparecer no segundo semestre de 2020

Produtos para consumo interno, como a carne tiveram redução significativa em decorrência da diminuição da renda da população em tempos de instabilidade econômica
Quarta-feira 29 de Abril de 2020
MT Econômico
Imea avalia que impactos do coronavírus sobre o agronegócio podem aparecer no segundo semestre de 2020

Setores da agropecuária devem sentir impactos negativos do novo coronavírus sobre a economia a partir do segundo semestre de 2020. É o que avalia o superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Daniel Latorraca. 

De acordo com ele, alguns setores sofreram mais que os outros. Soja e milho, por exemplo, não apresentaram tantos efeitos como o setor de carne bovina, leite, etanol e algodão.

Para Latorraca, a alta do dólar foi um fator que beneficiou o mercado de grãos. No entanto, produtos para consumo interno, como a carne tiveram redução significativa em decorrência da diminuição da renda da população em tempos de instabilidade econômica.

No futuro, no entanto, ele avalia que nas próximas safras os preços dos grãos podem ser impactados pelo preço dos insumos utilizados na produção. 

Leia mais: Plataforma aponta crescimento de 1% na safra 2019/2020 de soja


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS