em mato grosso

Limão-taiti é alternativa de melhoria de renda para agricultura familiar

A produção em Mato Grosso está em torno de 240 hectares. Em cada um, a estimativa de rendimento é de 9,3 quilos.
Terça-feira 28 de Abril de 2020
MT Econômico
Limão-taiti é alternativa de melhoria de renda para agricultura familiar

Cultivo do limão-taiti é alternativa para criar postos de trabalho e melhorar a renda das famílias da agricultura familiar. Agricultor Fábio Alves, do Assentamento Rural Dom Ozório Stofell, localizado em Campo Verde, realizou o plantio de 2,9 mil mudas de limão e espera colher 80 toneladas do fruto em 2022, terceiro ano do cultivo.

Conforme explicou o engenheiro agrônomo da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Kenio Nogueira, a produção em Mato Grosso está em torno de 240 hectares. Em cada um, a estimativa de rendimento é de 9,3 quilos, o que não atende à demanda interna

Ao menos 90% dos frutos são importados de outros estados. Mato Grosso tem ótimas condições de solo e clima para o cultivo da fruta, capaz de diversificar a produção da agricultura familiar. 

Na safra, o limão-taiti é comercializado a R$ 1,50 e na entressafra pode chegar até a R$ 5 o quilo. Com uma produção de 80 toneladas do fruto, o rendimento de um agricultor pode chegar em torno de R$ 400 mil por ano. 

O maior perigo no cultivo é a infestação da larva mimadora, da mariposa. Inseto pode atacar folhas novas e provocar redução na taxa de fotossíntese e no desenvolvimento de brotações. 

Recomendação do técnico agropecuário da Empaer, Sergio Mazeto, é de que o controle seja iniciado na primavera, época de início das brotações e quando ocorre o desenvolvimento da lagarta. 

Leia mais: Quatro frigoríficos de Mato Grosso são habilitados para exportar carne para o Egito


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS