Consumidor

Pesquisa aponta que distância percorrida por mato-grossenses para compras pode ser afetada devido à pandemia

Levantamento destacou que Mato Grosso costuma apresentar médias de deslocamento mais semelhantes às encontradas na região Norte do que na região Centro-Oeste.
Segunda-feira 25 de Maio de 2020
MT Econômico
Pesquisa aponta que distância percorrida por mato-grossenses para compras pode ser afetada devido à pandemia

Dados da pesquisa 'Regiões de Influência das Cidades (Regic) 2018' do IBGE, divulgada recentemente, apontam que a distância média percorrida entre as cidades de Mato Grosso para compras de vestuário foi de 198 km naquele ano. Pesquisa faz análises e regionalizações que identificam cidades que funcionam como polos comerciais para compra de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, móveis, calçados e roupas. 

Devido à pandemia, o isolamento social prejudicou o deslocamento das pessoas e pode afetar o padrão de consumo, de acordo com a pesquisa. 

Levantamento destacou que Mato Grosso costuma apresentar médias de deslocamento mais semelhantes às encontradas na região Norte do que na região Centro-Oeste. Isto se deve ao padrão de deslocamentos encontrados no leste do estado. 

No quesito compras de eletroeletrônicos e móveis, Mato Grosso foi o segundo estado com maior distância percorrida, 181 km, atrás apenas do Amazonas, com 388 km. Para os percursos para adquirir vestuário e calçados, com média de 198 km, MT ficou em terceiro no ranking, atrás de Amazonas, 341 km, e Rondônia, 209 km.

Pesquisa também definiu índice de atração para cada um dos quesitos, que aponta quantidade potencial de pessoas que a cidade pode atrair para a aquisição de determinado bem. Índice é calculado a partir da população residente. 

Principais destinos por índice de atração para vestuários, calçados, eletrônicos e móveis foram Arranjo Populacional de Cuiabá, Sinop, Rondonópolis, Tangará da Serra e Arranjo Populacional de Barra do Garças

Leia mais: Associação pede na justiça abertura de shoppings de Cuiabá


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS