região oeste

Produtores de leite entram em greve e exigem que laticínios paguem mais pelo litro

Profissionais afirmaram que o preço foi reduzido R$ 0,15 em janeiro. O restante teria sido reduzido com a chegada da pandemia.
Segunda-feira 01 de Junho de 2020
MT Econômico
Produtores de leite entram em greve e exigem que laticínios paguem mais pelo litro

Produtores de leite de Mato Grosso entraram em greve nesta segunda-feira (1). Com isto, alimento não está sendo entregue em nenhum laticínio da região Oeste, que englobam ao menos 20 cidades.

De acordo com os profissionais, na região Oeste cada laticínio paga R$ 0,90 pelo litro do leite. Em outras regiões do estado o valor seria de R$ 1,25 pelo litro. Greve era para ter sido iniciado em março, mas foi adiada devido à pandemia do novo coronavírus

Profissionais afirmaram que o preço foi reduzido R$ 0,15 em janeiro. O restante teria sido reduzido com a chegada da pandemia. Eles argumentaram que o valor pago pelo litro é muito injusto e que só voltarão a entregar o produto quando houver reajuste

Enquanto a greve perdurar, estimativa é que cada produtor tire leite apenas para produção de queijo ou para alimentar seus animais. 

Leia mais: Arroba de boi e vaca têm pequena queda nos preços nesta semana; veja


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS