Expo Ecos

Reforma da Previdência e investimento em tecnologia são decisivos para empresários, aponta Ricardo Amorim na Expo-Ecos

O que o mundo digital permite, diz o economista, é um ganho de produtividade descomunal e, por conta disso, um aumento de compras de mercado maior ainda
Quinta-feira 06 de Junho de 2019
Reforma da Previdência e investimento em tecnologia são decisivos para empresários, aponta Ricardo Amorim na Expo-Ecos

“Estamos na hora certa e no lugar certo”. A afirmação é do economista Ricardo Amorim, feita a empresários nesta terça-feira (04.06), durante a Expo-Ecos, maior feira de atacadistas e varejistas do Centro-Oeste, que acontece em Cuiabá até sexta-feira (06.06). Ele falou da possibilidade de crescimento do Brasil, a partir da aprovação da reforma da Previdência, fator decisivo para a retomada da confiança e dos investimentos no país, para uma plateia de aproximadamente mil pessoas.

Segundo Amorim, o Brasil viveu o pior momento da sua história econômica nos últimos 120 anos, o que significa que foi a crise mais longa, profunda e dura vivida pelo país. “Foi difícil para todo mundo, mas ela já ficou para trás. Todas as vezes que tivemos processos como este no passado, onde o Brasil viveu uma crise econômica grave, teve uma transição política e algumas medidas necessárias foram tomadas, o país cresceu muito mais do que as pessoas pensavam e isso gerou oportunidades. Agora, o Brasil precisa da reforma da Previdência para começar a crescer já este ano e, principalmente, nos próximos anos”, afirmou.

Há oito trimestres o Brasil crescia até que, no primeiro trimestre deste ano, teve pequena queda. A redução do Produto Interno Bruto (PIB), em 0,2% se deve a piora da expectativa depois da eleição, avaliou o economista. “Formou-se uma euforia de que agora o Brasil ia dar certo e, quando começaram a ver que a relação com o Congresso estava bem difícil isso mudou e vários investimentos foram segurados, jogando a economia para baixo. O setor (atacado e varejo), como todos os outros, viveu e vive momentos difíceis mas acho sim que nos próximos anos a tendência é de melhora significativa”, prevê. 

Nos próximos 10 anos, diz Amorim, cerca de 35 milhões de brasileiros vão entrar na classe média e isso tem impactos positivos para o atacado e varejo. “Quando o dinheiro vai para o bolso dos ricos eles não comem mais, porque já comiam bem. Quando vai para o bolso dos mais pobres, eles comem mais”, completou.  

Inovação e tecnologia

Ricardo Amorim apontou que outro aspecto de atenção para os empresários é a revolução tecnológica gigante que está acontecendo e como ela impacta o setor, o Brasil e o mundo, ao mudar o padrão de comportamento das pessoas. “Mas, principalmente, ela gera oportunidade de atender melhor o cliente, reduzir custos tornando o negócio melhor e mais produtivo. O que falta no Brasil é inovação. O mundo vive a época de maior inovação. Estamos na hora certa e no lugar certo e ainda olhando para a crise que passou e não em inovação. A tecnologia permite que você foque no que realmente importa”.

O que o mundo digital permite, diz o economista, é um ganho de produtividade descomunal e, por conta disso, um aumento de compras de mercado maior ainda. “Isso só vem acelerando nos últimos anos e vai continuar. Assim, colocamos o cliente no centro do processo. Isso não é sobre ser digital ou físico, é sobre ser digital e físico e como usar um para alavancar o outro, estando presente na hora que o cliente precisa”, concluiu. 

Mato Grosso 

Em relação a Mato Grosso, Amorim avaliou que o estado sentiu menos a crise nacional por conta do agronegócio, base econômica estadual, e tende a ter um crescimento mais acelerado do que o resto do país pela demanda mundial de alimentos. 

Expo-Ecos

O evento acontece até esta quinta-feira (06.06) e os visitantes podem assistir palestras gratuitas e participar de diversas oficinas. A expectativa é que 15 mil pessoas circulem na feira durante o período, conhecendo as novidades dos cerca de 60 expositores. Confira a programação completa no site: www.expoecosmt.com.br. A realização da Expo-Ecos MT 2019 é uma parceria de quatro entidades: Associação Matogrossense de Atacadistas e Distribuidores (Amad), Associação de Supermercados de Mato Grosso (Asmat), Sindicato do Comércio Atacadista Distribuidor de Mato Grosso (Sincad-MT) e Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado de Mato Grosso (Sincovaga). O evento é patrocinado pela SE Distribuidora, DAC Distribuidora, DM Card, Senac Mato Grosso - Fecomércio, GS1 Brasil e Aurora, e conta com o apoio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

(Com Assessoria - Foto Márcio David)


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS