Carros 2019

Sucesso! Não é que deu carro usado em Mato Grosso em 2019?

Setor de vendas de veículos usados e seminovos surpreende e termina o ano 14,3% maior que em 2018.
Segunda-feira 13 de Janeiro de 2020
Professor Ricardo Laub
Sucesso! Não é que deu carro usado em Mato Grosso em 2019?

Tudo a favor do setor de venda de veículos novos, em 2019 este mercado cresceu no Brasil, consideráveis 8,7%, o melhor desempenho nos últimos 5 anos. Onix, Ka e HB20, foram os compactos que ajudaram o mercado de novos a chegar nesta marca impressionante. Somando-se assim o emplacamento de 2,78 milhões de veículos no país em 2019, incluindo leves e pesados, o melhor saldo desde 2014, quando foram vendidas 3,49 milhões de unidades. 

Se esses números impressionam, as de vendas de veículos usados e seminovos no Mato Grosso são muito mais, podemos dizer, espantosos, se observarmos o crescimento do setor no Brasil como um todo. 

A Federação Nacional das Associações de Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto) entregou a sociedade os números finais das vendas do segmento de seminovos e usados em 2019. Constatou-se que as vendas cresceram em 2,2% em comparação com 2018, dando sequência a oito anos consecutivos de resultados positivos. Os dados referentes as vendas no Brasil, em dezembro, comparados ao mês de novembro, tiveram um crescimento de 6%, com a venda de 1.292.174 veículos nesse mês, contra 1.219.289 em novembro. No final, o ano de 2019 vendeu um total de 14.592.691 veículos contra 14.275.382, em 2018.

O presidente da FENAUTO, Ilídio dos Santos, comentou. "As vendas deste ano mantiveram a tendência de resultados positivos apresentada nos últimos anos, demonstrando uma recuperação sustentada do setor, em função da retomada da economia como um todo. Também ficamos muito satisfeitos pela recuperação apresentada nas vendas de veículos zero quilômetro, já que eles são parte essencial para o crescimento do nosso segmento. Esperamos que, em 2020, essa tendência de resultados positivos nas vendas dos seminovos e usados prossiga."

Já em Mato Grosso, podemos soltar fogos, em vez dos 2,2% de crescimento da média nacional, Mato Grosso teve uma venda acrescida, se comparada a venda de 2018, de 14,3%, nada menos que 12,1% a mais que a média brasileira. Ou seja, não só superamos a média do mercado de usados brasileiro, de forma impressionante, como também ficamos acima da média de crescimento das vendas do carro zero km em 5,6%. Sucesso total.

Este ano que passou (2019), apesar de ter sido um ano muito instável politicamente, quando se trata de governo federal, demonstrou por parte do Estado de Mato Grosso, no que diz respeito ao setor de usados, uma certa estabilidade quanto às políticas públicas produzidas para o setor de seminovos e usados, um dos motivos que fez colaborar sensivelmente para um resultado tão bom. 

Como exemplo, podemos citar a política fiscal para o recolhimento do ICMS, muito bem construída entre a SEFAZ/MT e a AGENCIAUTO/MT – Associação dos revendedores de veículos do Estado de Mato Grosso, que possibilitou um ano seguro com relação a definição do tratamento do imposto, fundamental para o sucesso dos resultados. E ainda, sem dúvida, a melhoria significativa de todas as operações do DETRAN/MT, que teve neste ano de 2019, sob a responsabilidade de muitos servidores, em especial do diretor de veículos, Augusto Sérgio de Sousa Cordeiro, num desempenho sem igual, notabilizado pela resposta positiva da sociedade mato-grossense e da comunidade empresarial, que só rasga elogios pelo serviço primoroso que vem desempenhando. Esses fatores são importantíssimos para o resultado expressivo que foi alcançado, além obvio do potencial econômico que Mato Grosso prova, se comparado a outras regiões do Brasil.

Há de ressaltar através de uma perspectiva sintética, um aspecto quase que não percebido e que foi muito expressivo, quando se trata do mercado brasileiro de vendas de automóveis tanto novos como usados. Desde 2008, não víamos um mercado onde o impacto na venda de usados, se relacionado a vendas de novos,e vice-versa, não estavam, de forma geral, intrinsicamente impactantes e dependentes. Pode-se ver que o consumidor está voltando a dar prioridade as suas reais necessidades e condições de consumo, ficou claro que os tipos de consumidores, por classe econômica e social, estão muito mais seguros a respeito do que comprar, desta maneira, não há, a famosa corrida das vantagens sazonais, pois sabemos que nem todo dia é dia de promoção.

Hoje percebemos que os consumidores compram dentro da sua perspectiva de necessidades, não sendo as políticas fiscais de fomento da economia, muito porque elas deixaram de existir, que movem o seu interesse de compra, como aconteceu durante os governos passados, quando o IPI, por exemplo, fez com que consumidores de usados fossem induzidos a comprar veículos novos. Essas interferências na economia, sempre deixam sequelas muito danosas, observadas no longo prazo, para todos. E esse movimento de intervenção, quanto mais se estende, mais confunde o consumidor sobre o que é oferta na natureza de demanda do mercado e o que é uma “oportunidade especial e vantajosa”. 2019, muito bem apreciado, não teve, ainda para o bem, essas intromissões para interferência da demanda e oferta de carros, tanto no mercado do novos como no mercado dos usado. Por fim, se deixarem a bola rolar, é gol. Mato Grosso sempre arrebenta, tanto faz, usado ou novo, Mato Grosso é campeão.

Coluna Especial MT Econômico - Setor Automotivo

Colunista MT Econômico: Ricardo J. J. Laub Jr.

Historiador e Empreendedor graduado no Curso de Licenciatura Plena em História na UFMT- Universidade Federal de Mato Grosso e em EMPREENDEDORISMO (2005) pelas Faculdades ICE. Com Mestrado em História Contemporânea pela UFMT/PPGHIS. MBA - Master in Business Administration em Gestão de Pessoas, MBA - Master in Business Administration em Gestão Empresarial e MBA - Master in Business Administration em Gestão de Marketing e Negócios. Professor na faculdade, Estácio de Sá - MT, Invest - Instituto de educação superior. Presidente da AGENCIAUTO/MT- Associação do Revendedores de Veículos do Estado de Mato Grosso, com larga experiência profissional na elaboração de planos de negócio voltados para o ramo automobilístico, gerenciamento comercial, administrativo, controle de estoque, avaliação de veículos, processos operacionais e estratégicos para empresas do setor automotivo e gestão de pessoas no âmbito organizacional.

 


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS