Décimo terceiro salário de servidores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT) será adiantado em 50% a partir de julho. Medida foi implementada para injetar dinheiro na economia de Cuiabá como forma de desacentuar a crise ocasionada pela pandemia do novo coronavírus.

Informação foi repassada pelo presidente da Casa de Leis, deputado estadual Eduardo Botelho. Decisão foi comunidade essa semana, em reunião com autoridades. 

De acordo com informações da assessoria de imprensa da AL, ao menos R$ 10 milhões serão injetados na economia de Cuiabá. Profissionais seguem em rotina de teletrabalho e atendimento online para assegurar o isolamento social e evitar a proliferação do novo coronavírus

“Já falei com o primeiro-secretário Max Russi e determinei que sejam pagos a todos servidores 50% do 13º salário para ajudar na retomada do comércio nesse momento de crise. Também trabalhamos para ajudar os pequenos empresários, através da Desenvolve MT, para que tenham condições de retomar o mercado de trabalho com acesso à linhas de créditos”, afirmou o presidente. 

Leia mais: Deputados elegem nova mesa diretora para o biênio 2021-2023

%d blogueiros gostam disto: