Guerra Eleitoral

Debate com troca de farpas, tijolos e acusações acontece na Fecomércio entre os candidatos à prefeitura de Cuiabá

Emanuel Pinheiro (MDB) e Abílio Júnior (Podemos) trocaram acusações na reta final do debate e até algumas ofensas pessoais
Quarta-feira 25 de Novembro de 2020
Redação MT Econômico
Debate com troca de farpas, tijolos e acusações acontece na Fecomércio entre os candidatos à prefeitura de Cuiabá

O clima esquentou ontem à noite (24) no debate promovido pela Fecomércio-MT entre os cadidatos que disputam o segundo turno das eleições para a prefeitura de Cuiabá. Troca de farpas, tijolos e acusações aconteceram, parecendo mais uma guerra.

Emanuel Pinheiro (MDB) e Abílio Júnior (Podemos) trocaram acusações na reta final do debate e até algumas ofensas pessoais. 

Abílio frisou o caso do paletó, onde aparece em vídeo viralizado na internet, o candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro colocando dinheiro no bolso quando era deputado estadual.

Emanuel, por outro lado, acusou Abílio de influenciar cargos em órgãos públicos e "fazer toma lá dá cá" com aliados para tentar vencer as eleições. O candidato negou as acusações e revidou perguntando quanto tinha no paletó de Emanuel quando foi flagrado no vídeo.

Abílio criticou as dívidas que a prefeitura tem em gastos com pessoal e cargos comissionados, além de citar que o município está com nota C no índice Firjan, que é considerada uma nota ruim para o município em relação à saúde financeira da prefeitura.

Emanuel disse que Abílio tem cargos fantasmas na Câmara de Cuiabá, em seu mandato de vereador e até na igreja. Abílio contestou dizendo que Emanuel estava sendo baixo usando o nome da igreja.

Confira na íntegra o debate neste link


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS