No ano passado, mais de R$7 milhões foram liberados em linhas de crédito para os empreendedores de Cuiabá, capital de Mato Grosso, segundo levantamento da Desenvolve MT. Os pequenos negócios são parte importante do empreendedorismo e, em Cuiabá, tem sido registrado crescimento na formalização de microempreendedor individual (MEI). Em 2021, foram 13.247 novas empresas formalizadas, enquanto em 2020 foram 12.780, segundo a Junta Comercial do Estado de Mato Grosso (Jucemat). Em todo o Mato Grosso esse número é ainda maior.

“A abertura de MEIs no Estado bateu o recorde. Durante a pandemia, nossa missão foi ofertar capital de giro e financiar outros itens para pessoas jurídicas, contribuindo para a formalização de empresas e geração de empregos formais”, conta Jair Marques, presidente da Desenvolve MT.

Nascida no Acre, Mariana chegou a Cuiabá com seis meses de vida, onde permaneceu até os 18 anos. Treze anos depois, escolheu a Capital para realizar o sonho de abrir o seu próprio negócio. Ela e o esposo, Murilo, são proprietários há três anos, de uma franquia da Casa Bauducco, localizada no Shopping Pantanal, em Cuiabá. Segundo ela, o negócio surgiu daquilo que eles mais gostavam de fazer.
“Vivíamos em aeroporto por conta do nosso namoro à distância e sempre frequentávamos uma Casa Bauducco. Então surgiu a ideia de trazê-la para Cuiabá. Os valores da marca eram bem parecidos com os nossos: receber a família em um ambiente aconchegante enquanto saboreamos um café delicioso e uma fatia de panetone quentinha”, conta Mariana.

Para a realização do sonho, Mariana contou com ajuda da Desenvolve MT, por meio das ofertas de linhas de crédito e taxas de juros abaixo do mercado. Ao todo, são mais de nove opções disponíveis para o empreendedor de Cuiabá.

Leia também: Desenvolve MT inicia operações de crédito com Fundo de Aval do Sebrae

Para o casal, o crédito obtido com a agência foi de extrema importância para a manutenção dos empregos e dos fornecedores durante a pandemia, pois eles já estavam investindo suas economias na reforma do estabelecimento.

Brous Brownie também é fruto de um sonho. Para custear uma viagem, Thathyanna Costa, 33 anos, começou a fazer brownies para vender. As vendas se tornaram um sucesso em pouco tempo e a mãe, que vendia roupas, também passou a se dedicar à produção dos brownies. De acordo com Thathyanna, no início, quando a venda era diretamente para o consumidor, os brownies eram produzidos de forma artesanal, em um pequeno forno. Com o aumento das vendas, principalmente para revenda, foi necessário investir em uma cozinha maior.

Com a expansão, o negócio se tornou microempresa (ME). Atualmente a loja conta com mais de 50 pontos de venda do produto e toda a família passou a integrar o negócio. Thathyanna fica à frente da parte administrativa, comercial e de marketing, enquanto sua irmã Lucyanna e sua mãe, Valquíria, realizam a parte operacional da produção. O padrasto é o responsável pelas entregas. “Com o crédito da Desenvolve MT, vamos conseguir comprar uma das máquinas para a nossa nova cozinha, que nos possibilitará atendermos com o dobro da capacidade de entrega”, acrescenta Thathyanna.

Leia mais: Desenvolve MT expande programas de crédito no interior de Mato Grosso

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE POLÍTICA E DESENVOLVIMENTO

Tagged: , , , , , , , ,