Em 90 dias,  Prefeitura de Cuiabá deixará de recolher R$ 30 milhões de ISSQN

Com a suspensão do pagamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), a Prefeitura de Cuiabá deve deixar de recolher R$ 30 milhões em 90 dias. Informação foi repassada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). 

Medida foi anunciada em decreto na última semana e isentou o pagamento deste imposto para micro e pequenos empresários do setor de serviços. Isenção é decorrente da crise econômica ocasionada pelo novo coronavírus e visa reduzir seus impactos na Capital. 

De acordo com decreto, medida pode ser prorrogada por outros 30 dias. Empresários do ramo de turismo, viagens, turismo, lazer, entretenimento e profissionais autônomos se incluem na portaria. Impostos relativos a abril, maio e junho deverão ser pagos em outubro, novembro e dezembro.

Mesmo com a perda da arrecadação, o prefeito afirmou que a medida é necessária para dar fôlego aos micro e pequenos empreendedores, diretamente afetados pelo fechamento do comércio devido ao novo coronavírus.

Leia mais: Economia brasileira deve encolher 5,2% em 2020 devido ao coronavírus, aponta estudo da Cepal

%d blogueiros gostam disto: