Ferrovia estadual terá lançamento simbólico das obras no final de junho

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), anunciou o início das obras para construção da primeira ferrovia estadual. O pontapé inicial será dado no dia 27 de junho, em uma solenidade simbólica, a ser realizada no município de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), de onde devem sair os trilhos. O modal vai interligar os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, além de Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, conectando-se à malha ferroviária nacional, em direção ao Porto de Santos (SP).

“Nesta semana, recebi o presidente da Rumo, e marcamos para o dia 27 de junho, uma segunda-feira, às 10h. Vamos estar em Rondonópolis para dar o pontapé inicial nas obras da ferrovia rumo a Cuiabá, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum”, disse.

A empresa responsável pela obra aguarda apenas a finalização dos processos burocráticos referentes às licenças ambientais, para dar início à construção dos trilhos.  “O licenciamento ambiental já começou, a licencia prévia foi emitida e, no início de junho deve sair a licença de instalação”, disse Mauro Mendes.

Leia também: Projeto da ferrovia de Mato Grosso é apresentado por FIEMT e Rumo

O contrato para a nova ferrovia foi assinado no final do ano passado, e a empresa Rumo Logística S/A será a responsável pela construção, implantação e exploração de 730 quilômetros da primeira estrada de ferro estadual. O projeto prevê investimento de R$ 11,2 bilhões para a implantação da ferrovia estadual.

A partir do início das obras, a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager) ficará responsável pela fiscalização do andamento. Estudos realizados pela Rumo Logística indicam que mais de 230 mil empregos serão gerados durante os anos de construção da ferrovia.

A previsão é de que o trecho entre Rondonópolis e Cuiabá esteja concluído e em funcionamento no ano de 2025, enquanto a operação no trecho Cuiabá a Lucas do Rio Verde deverá começar em 2028.

Uma vez implantada, a Rumo Logística fica autorizada a explorar a ferrovia pelo prazo de 45 anos, sendo que a infraestrutura ferroviária poderá ser compartilhada pela empresa vencedora com outra empresa de transporte ferroviário que venha a prestar serviços no Estado.

Leia mais: Governo Federal libera recursos para construção de ferrovia em MT

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE POLÍTICA E DESENVOLVIMENTO

Tagged: , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: