Governador dá posse ao colegiado de vogais da Junta Comercial de Mato Grosso

Tomou posse na tarde desta quinta-feira (01.10) o colegiado de Vogais da Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat). O administrador Hélio Tito de Arruda foi reconduzido como vice-presidente, e assume a presidência interinamente. Na ocasião, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, afirmou que os avanços no atendimento, e na digitalização da Junta foram importantes para o cidadão, e que é preciso continuar no caminho da desburocratização. 

“A Jucemat é uma referência para não só os mato-grossenses, não por ser considerada hoje uma das melhores e mais eficientes Juntas do país, mas principalmente por melhorar muito o acesso e a vida das pessoas que são os usuários do serviço público. Vamos continuar trilhando essa trilha que já foi marcada, que é a da digitalização, e melhorar cada vez mais”, avalia Mendes.

O governador deu as boas-vindas ao presidente interino Hélio de Arruda, que irá conduzir a autarquia, a todos os Vogais que representam entidades do setor produtivo, do comércio, e instituições públicas e a União, e agradeceu a ex-presidente, a contadora Gercimira Rezende, pelo trabalho desempenhado. 

“Quero agradecer a Gercimira pelo trabalho extremamente dedicado, que conseguiu fazer nos últimos anos. Todos nós víamos o quanto este estacionamento era cheio, o quanto a Jucemat era criticada pela demora e problemas que carregávamos por anos. E agora vemos outra realidade na Junta Comercial”, fala sobre as mudanças com a implantação do atendimento digital.

Atualmente a Jucemat possui todo o seu acervo digitalizado, a abertura e baixa de empresas automática, a emissão de certidões pela internet, e o atendimento feito por um chat on-line disponível no site da autarquia. 

Para Hélio de Arruda, que assume interinamente a presidência, será importante dar continuidade no trabalho começado de referência nacional. “Vamos consolidar, avançar mais, para que a sociedade e os usuários tenham um serviço mais amigável, com sustos menores, e com menos burocracia para a sociedade”, explica.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, reforça que a Junta tem que ser uma facilitadora do empreendedorismo. “Muitos projetos estão em andamento, e que o presidente interino dará continuidade. Para que a gente tenha uma Junta cada vez mais ágil, simplificando a vida do cidadão, do empreendedor, para que Mato Grosso possa continuar crescendo”, ressalta. 

O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (FIEMT), e vogal do colegiado pelo segundo quadriênio, Manoel Procópio é um dos nove vogais empossados – e seus respectivos suplentes. 

“Trabalhamos exatamente para facilitar as coisas para o empresário do comércio, essa é a função dos vogais, de ser um elo entre a classe empresarial e do comércio, e a Junta Comercial. Hoje, a Junta digital, que consegue fazer a abertura de uma empresa em menos de duas horas, nos dá muita tranquilidade para desempenhar essa função”, assegura o vogal.

Colégio de Vogais

O colégio de vogais é formado por 11 representantes, dos quais nove foram empossados com mandato de quatro anos. Do total, quatro foram reconduzidos. O colegiado representa a opinião da sociedade organizada dentro da Junta Comercial onde são responsáveis pelo julgamento de processos em decisão colegiada, entre outras ações.

Tomaram posse os representantes da União, Pedro Carlos Miler (titular) e Leonor Germano de Oliveira Brito (suplente); da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), Ruy Nogueira Barbosa (titular) e Roseli Farinácio (suplente); do Conselho Regional de Administração de Mato Grosso (CRA-MT), Hélio Tito Simões de Arruda (titular) e Paulo César Rivelini (suplente); da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio), Manoel Procópio da Silva Filho (titular) e Sergio Jose Gomes (suplente); da Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC), Jonas Alves de Souza (titular) e Cibele Rodrigues (suplente); da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Elizete Araújo Ramos Souza (titular) e Benedito Francisco de Almeida (suplente); da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), Sérgio Ricardo Antunes (titular) e Ayres dos Santos Neto (suplente); do Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso (CRC-MT), Wilson Rodrigues Rezende (titular) e Paulo Cezar Rivelini (suplente) e do Conselho Regional de Economia (Corecom-MT), Evaldo da Silva (titular) e Antonio Benedito Maciel de Araújo, suplente.

Leia mais: Helio de Arruda toma posse como vice-presidente da Jucemat