INDEA realiza capacitação para técnicos sobre sementes

Com ênfase em grandes culturas e forrageiras, os fiscais do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) participam do curso “Amostragem Oficial de Sementes”, nesta semana, em Cuiabá. 

O curso é direcionado para 89 servidores da autarquia, engenheiros agrônomos e florestais. O objetivo do treinamento é preparar os servidores para a fiscalização do uso de sementes e coleta que deverá ser feita pelo Estado, por meio de convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O curso é realizado pelo Indea e Fundo Mato-Grossense de Apoio à Cultura da Semente (Fase-MT) com apoio da Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat) para qualificar o profissional na coleta da amostra de forma adequada, como as características e os componentes da semente devem ser preservados, para uma análise correta e precisa.

No primeiro dia os palestrantes abordaram o uso de técnicas na coleta de amostras oficiais. A professora da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Maria Laene Moreira de Carvalho, falou sobre a importância da amostragem e principais métodos. “Abordamos os princípios básicos da amostragem, aspectos estatísticos e práticos, condições para amostragem, preparação da amostragem média e armazenamento das amostras”.

O também professor da UFLA, João Almir Oliveira, doutor em Fitotecnia, abordou sobre os métodos aplicados em amostragem de sementes. “Ensinamos na prática o uso de equipamento da forma adequada. Como manuseio e qual amostrador é mais adequado para cada tipo de armazenagem da semente”.

No segundo dia, no período matutino, as atividades práticas de amostragem de sementes foram realizadas no Laboratório Análise de Sementes Guilherme de Abreu Lima (LASGAL), no complexo laboratorial do Indea.

De acordo com o coordenador de Defesa Sanitária Vegetal (CDSV-Indea), Thiago Augusto Tunes, o treinamento é uma preparação para a atividade de fiscalização do uso de sementes, que será uma nova atribuição dos fiscais do Indea, com a assinatura do convênio entre a autarquia e Mapa. O convênio deve ser assinado em breve. Atualmente, os fiscais do Indea atuam na fiscalização do trânsito e revenda de sementes.

“O curso tem como objetivo preparar a equipe para realizar a coleta de amostragem oficial para fins de fiscalização, bem como preparar para o envio adequado das amostras para o laboratório. Esse é um momento importante, pois temos estrutura para exercer essa atividade, que pretende garantir ao produtor que a semente, por ele adquirida, atende aos parâmetros de qualidade”, destacou o coordenador.

O agrônomo Elton Hamer apresentou em sua palestra a gestão para qualidade e produtividade em sementes de soja. “É importante que o fiscal do Indea conheça os métodos empregados pelo produtor, como é realizada a vistoria de campo, a variação estatística e o uso de tecnologias envolvidas na produção”.

Para completar o tema abordado por Hamer, o agrônomo Anderson Oliveira falou sobre os métodos usados no beneficiamento de sementes. “Compreender o armazenamento de sementes, controle de qualidade, como é feito a emissão de boletins de análise de sementes, comercialização e embarque, o uso de equipamentos na produção de sementes, são temas básicos, importantes para o conhecimento do fiscal do Indea, que precisa conhecer todas as etapas da produção e do beneficiamento de sementes”.

A agrônoma Marta Furquim, servidora do Indea há 15 anos, afirmou que é preciso que o profissional se capacite para acompanhar as mudanças do setor, que está cada vez mais técnico.“É importante ampliarmos o conhecimento para atuarmos com precisão. A produção de sementes é um segmento que está sempre a frente e o técnico precisa acompanhar as mudanças. É um setor tecnificado que detém muito conhecimento. O agrônomo do serviço público ou privado precisa reciclar porque o setor demanda respostas rápidas”.

O curso terminou nesta quarta-feira (27), com os temas “Legislação sobre amostragem de sementes” e “Padronização de procedimentos para amostragem”, que foram ministrados pelos técnicos do Indea, Grace Carvalho e Ronaldo Medeiros, respectivamente.