Infraero vai elaborar Plano Diretor do Aeroporto de Sorriso

O Aeroporto Regional de Sorriso, Adolino Bedin, localizado a cerca de 460 quilômetros ao norte de Cuiabá, vai ter um Plano Diretor para o seu planejamento de médio e longo. O contrato para elaboração do documento foi firmado entre a Infraero e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. O Plano Diretor (PDir) tem prazo de execução do serviço de 120 dias a partir da assinatura e recebimento da Ordem de Serviço.

O PDir planeja a expansão da infraestrutura aeroportuária de acordo com a regulamentação de segurança operacional da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e em função do potencial existente na região para a exploração do transporte aéreo de cargas e passageiros. Sua aprovação é requisito obrigatório para aeródromos que operam voos de empresas aéreas prestadoras de serviço de transporte aéreo regular de passageiros ou carga.

Segundo o acordo, a contratação de um Plano Diretor para o Aeroporto Regional de Sorriso vai possibilitar a reestruturação do equipamento no médio e longo prazo. No desenvolvimento do Plano serão considerados os potenciais de desenvolvimento para melhor atendimento à região, dentre outros itens.

“A necessidade da elaboração do Plano Diretor para o Aeroporto de Sorriso foi identificada pela Infraero ao perceber a oportunidade de organizar o desenvolvimento do terminal a fim de explorar todo o potencial demandado pela região. Nos próximos meses, a equipe da Infraero estará dedicada a elaborar e entregar um plano sólido e viável para o futuro do Aeroporto”, afirma o superintendente de Negócios, Rodrigo Medeiros.

Para o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, cada dia está mais crescente o turismo de negócios no Município. “Sorriso desponta mundialmente na produção das commodities de grãos como a soja, milho e feijão. Mas vai além disso: muito da tecnologia de ponta está aqui e tudo está perfeitamente alinhado com a sustentabilidade e muita pessoas buscam entender isso. E é nesse cenário que o Aeroporto Adolino Bedin se torna tão importante para nós, pois torna possível o desenvolvimento de um hobby logístico não só para o Município, mas para a nossa região”, pontua.

Leia também: Associação de Sorriso recebe mais de uma tonelada de alimentos da Unicred MT

INFRAERO EM SORRISO – A Infraero já prestou serviços no aeroporto de Sorriso em outros dois contratos. Em junho de 2019, a Companhia foi contratada pela Prefeitura da cidade para elaborar o projeto de revitalização, recuperação e sinalização horizontal da pista de pousos e decolagens, pátio de aeronaves e taxiway do local. O projeto foi entregue em novembro de 2019.

De acordo com a Secretaria de Aviação Civil (SAC), a Infraero foi uma das projetistas que aprovou trabalhos com mais agilidade na pasta, o que demonstra a capacidade da empresa para atender às demandas de seus clientes. 

Em outubro de 2020, a Infraero assinou contrato para prestação de serviços de assessoramento e consultoria à fiscalização do projeto executivo e das obras de reforço e recuperação na pista de pousos e decolagens no aeroporto. Para a realização dos trabalhos, que tiveram duração de 12 meses, a Infraero contou com uma equipe multidisciplinar composta por profissionais com experiência no setor aeroportuário.

“Com a aprovação dos projetos, a prefeitura de Sorriso tem os requisitos básicos para iniciar o processo de licitação das obras. Na prática, podemos dizer que a Infraero viabilizou a primeira parte da obra no aeroporto, já que os projetos são essenciais para os serviços e a aprovação também é necessária para que o recurso seja liberado pela SAC, que faz a gestão do FNAC, um fundo voltado para fomentar a aviação civil no Brasil”, avalia Rodrigo Medeiros.

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS DE POLÍTICA E DESENVOLVIMENTO

Tagged: , , , ,