fbpx
Máquinas entregues pelo governo de MT devem substituir equipamentos antigos e melhorar condições de estradas

As novas máquinas entregues pelo governador Mauro Mendes nesta quarta-feira (16) ao Consórcio Vale do Guaporé vão substituir equipamentos antigos, com mais de 10 anos de uso e que já não têm condições de operar, de acordo com o presidente do Consórcio Vale do Guaporé, o prefeito de Nova Lacerda, Uilson José da Silva.

“As máquinas do consórcio são muito velhas, de 2008, e estão muito defasadas. E hoje essas máquinas serão de suma importância para a região”, afirmou Uilson.

Os equipamentos disponibilizados por meio de convênio com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) serão utilizados especialmente na conservação e manutenção das rodovias MT-478, MT-477, MT-388, MT-245, MT-265, MT-248, MT-247 e MT-246, que cortam a região e que precisam de constante atenção e investimento, segundo o presidente.

A região possui grande demanda de infraestrutura e as novas máquinas devem atender as necessidades de reparos das estradas, visando melhorar o escoamento de grãos e da pecuária.

O Consórcio Vale do Guaporé é composto pelos municípios de Campos de Júlio, Comodoro, Nova Lacerda, Conquista D’oeste, Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade e recebeu cinco máquinas, sendo três motoniveladoras, uma pá-carregadeira e uma escavadeira hidráulica.

Demais regiões e equipamentos

Além do Consórcio Vale do Guaporé, outros nove consórcios intermunicipais, 10 prefeituras e duas associações foram beneficiadas com a entrega de máquinas e equipamentos rodoviários. Ao todo, foram entregues 74 máquinas, sendo 46 motoniveladoras, 14 pás-carregadeiras e 14 escavadeiras hidráulicas. O investimento realizado foi de R$ 42,2 milhões oriundos do programa Mais MT.

Todos esses equipamentos rodoviários fazem parte do primeiro lote de máquinas que foram repassados pelo Governo de Mato Grosso às entidades. No total, o Estado vai repassar 175 máquinas e equipamentos rodoviários, com investimento de R$ 96,5 milhões como parte do Programa Mais MT, de modo a atender todas as regiões de Mato Grosso.

Leia mais – Opinião: Um marco histórico para a infraestrutura rodoviária de Mato Grosso

Tagged: , , , , , ,