fbpx
Ministério da Economia prevê queda de 4,7% do PIB este ano; maior retração registrada na história

Ministério da Economia estimou a queda de 4,7% na economia este ano. De acordo com os especialistas, retração do Produto Interno Bruto (PIB) deve ser a maior da história. Dados foram divulgados nesta quarta-feira (13). 

Queda é decorrente da pandemia do novo coronavírus, que afetou o Brasil e o mundo. Em janeiro, a previsão era de crescimento de 2,4% do PIB. Em março, logo no início da crise do vírus, previsão era de estabilidade de 0,02%.

“Provavelmente, a retração do PIB neste ano será a maior de nossa história. Não obstante, é fato que o efeito dessa doença aflige a grande maioria dos países. Conforme as projeções dos analistas econômicos, a queda na atividade será uma das maiores para muitos países desenvolvidos e emergentes no período pós-guerra”, diz trecho da publicação. 

Para 2021, a previsão é de crescimento de 3,2% do PIB. Para 2022, expectativa é de 2,6% de crescimento. Já em 2023 e 2024 estima-se a melhora de 2,5% em cada ano.

Leia mais: Cooperativas de Crédito ampliam participação no Sistema Financeiro Nacional