fbpx
Ministro da Infraestrutura afirma que ferrovia em Mato Grosso é bem-vinda

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou que a construção da primeira ferrovia estadual em Mato Grosso é “bem-vinda”. A malha ferroviária vai ligar os municípios de Rondonópolis e Lucas do Rio Verde, passando por Cuiabá, com um investimento de R$ 12 bilhões.

O edital de concessão da obra foi anunciado pelo governador Mauro Mendes (DEM), na última segunda-feira (19). Serão 700 km de extensão, a serem construídos pela empresa vencedora do chamamento público.

O ministro citou a importância das iniciativas estaduais. “Eu entendo que sim [outros estados podem seguir o exemplo de MT]. As leis estaduais são excelentes iniciativas. A extensão que está sendo promovida pelo Governo de Mato Grosso é muito bem-vinda”, afirmou.

Quanto ao trajeto, a expectativa é de que a obra se inicie em Rondonópolis e siga para Cuiabá, além de ligar Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, conectando com a malha ferroviária nacional. Entretanto, articulações políticas tem interesse em construir um ramal em Primavera do Leste.  

De acordo com o prefeito do município, Leonardo Bortolim (MDB), o interesse de integrar o modal surgiu após visita do diretor de relações institucionais da Rumo Logística, Vinícius Roder.

“Foi feito um levantamento das características da região, dos pontos fortes, e a partir disso iniciou-se a discussão da implantação de um terminal da ferrovia aqui na região”, avaliou Bortolin.

O objetivo do modal é integrar o estado com o sistema federal de ferrovias, reduzir o custo de transporte da produção de grãos, como milho e soja, e ampliar a circulação de produtos.

A obra será iniciada em até seis meses após a emissão da licença ambiental de instalação. A previsão é que o terminal de Cuiabá seja o primeiro a ser concluído, até o segundo semestre de 2025. Em seguida, o terminal de Lucas do Rio Verde deve terminar até o segundo semestre de 2028.

Leia também: Mato Grosso anuncia investimento de R$ 12 bilhões para construção de ferrovias que podem gerar 235 mil empregos

Tagged: , , , , , ,