fbpx
MT deve receber R$ 1,3 bilhão da União para combate ao coronavírus; secretário diz que talvez não será suficiente

Presidente Jair Bolsonaro sancionou lei complementar que estabelece Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus. Mato Grosso deve receber R$ 1,3 bilhão, divididos em parcelas de R$ 346 milhões. 

Ao todo, serão repassados R$ 60 bilhões aos estados e municípios brasileiros. Dinheiro deve ser utilizado em ações locais de enfrentamento à pandemia e também na redução de seus efeitos financeiros.

Governador Mauro Mendes citou que o Estado já perdeu R$ 140 milhões de arrecadação apenas no mês de abril. Expectativa é que em maio sejam mais de R$ 200 milhões. Dinheiro, segundo ele, seria para repor parte das perdas nos meses de isolamento.

De acordo com o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, expectativa é de que primeira parcela seja liberada por volta do dia 15 de junho. "Ainda não se pode dizer, no entanto, se o valor será suficiente para poder repor as perdas da receita", disse o secretário.

Leia mais: Antes de ser assinado, empréstimo dolarizado de MT passa por longo processo no Governo Federal