Cuiabá

Por decisão judicial quarentena é prorrogada por mais 7 dias em Cuiabá e Várzea Grande

Apenas serviços essenciais continuam funcionando, sendo que os não essenciais devem permanecer fechados para evitar a circulação e aglomeração de pessoas
Sexta-feira 17 de Julho de 2020
MT Econômico
Por decisão judicial quarentena é prorrogada por mais 7 dias em Cuiabá e Várzea Grande

Foi prorrogada por mais 7 dias a quarentena obrigatória em Cuiabá e Várzea Grande com a decisão judicial do juiz José Luiz Leite Lindote. O prazo da restrição em ambas cidades se encerraria ontem (16), sendo que agora foi prorrogado para o próximo dia 23 de julho.

Apenas serviços essenciais continuam funcionando, sendo que os não essenciais devem permanecer fechados para evitar a circulação e aglomeração de pessoas. Isso deve impactar muito o comércio que deve enfrentar mais dificuldade nas vendas e permanência dos empregos.

A quarentena de 15 dias inicialmente ocorreu em 25 de junho, quando após seu vencimento foi prorrogada por mais 7 dias, sendo que com a nova decisão judicial, mais 7 dias de restrição ocorrerá. A tentativa é de frear os casos de coronavírus na capital e cidade vizinha, a fim de evitar o colapso no sistema de saúde que atualmente está com quase 100% dos leitos ocupados.

Mato Grosso é um dos epicentros do coronavírus e tem registrado aumento no número de casos, conforme noticiado anteriormente pelo MT Econômico aqui.

A decisão judicial foi necessária, segundo o juiz José Luiz Leite Lindote por que o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), mesmo diante da gravidade da situação, não prorrogaram a quarentena obrigatória nos municípios.

Clique no botão vermelho abaixo e veja a liminar judicial






COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS