Desde a última terça-feira (8) quando começaram as inscrições, o Processo Seletivo de Várzea Grande já recebeu mais de 14 mil inscrições.

Os interessados que ainda não se inscreveram tem até o dia 6 de abril. As provas serão realizadas no dia 24 de abril.

A prefeitura do município está disponibilizando  2 .835 vagas nas áreas de Saúde, Educação, Administração e Assistência Social.  As inscrições foram abertas na última terça-feira (08) e segue até o dia 6 de abril. As provas serão realizadas no dia 24 do mesmo mês.

O presidente do Processo Seletivo Simplificado, Marcos Rodrigues da Silva informou que a procura tem sido grande e que as inscrições devem superar todas as expectativas. “Das 14 mil inscrições efetuadas até o final da tarde de ontem, 4.861 foram de isenção. O resultado da análise do requerimento de isenção do pagamento do valor de inscrição será divulgado no endereço eletrônico do IBFC na data prevista de 21/03/2016, onde constará listagem dos candidatos por nome em ordem alfabética e apresentando a informação sobre deferimento ou indeferimento”. 

As vagas que apresentam até o momento maior procura são para Agente de Desenvolvimento Econômico com 2.361 inscritos, Técnico Administrativo Funcional com 2.010 inscrições e Técnico de Suporte Administrativo com 1.085 inscrições. “Esses números devem aumentar de forma considerável uma vez que as inscrições foram abertas somente na última terça-feira. Estimamos que a procura ultrapasse 20 mil inscrições”, comentou Marcos Rodrigues.  

As 2.835 vagas são para provimento interno, em substituição aos contratos temporários de serviços essenciais, como também para formação de cadastro de reserva para atender necessidade temporária por tempo determinado e conforme o interesse público. 

A secretária de Administração, Vivian Arruda explica que são 1.629 vagas para a área de Educação, 1.116 vagas para área de Saúde Pública, 57 vagas para a Administração Pública e 33 vagas para Assistência Social. “Estamos desde setembro fazendo levantamento das necessidades da administração municipal não apenas para atender à determinação do TCE, como também para corrigir inconsistências em relação aos contratos temporários dos serviços essenciais e ainda, atender ao redimensionamento das secretarias dentro do plano de cargos e carreiras. Teremos de fato um Processo Seletivo efetivo”, completou.