fbpx
TRE terá que enfrentar desafio de fazer a eleição de 2020 com orçamento reduzido

O novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Gilberto Giraldelli, disse que o principal desafio para as eleições de 2020 é orçamentário.

Sem revelar números, Giraldelli explicou que o TRE não deve ter incremento substancial no orçamento em relação às eleições do ano passado. Para ele, o desafio está em mobilizar todo o estado com o mesmo valor.

“Nós vamos ter que adequar os custos destas eleições com o nosso orçamento e, na medida do possível, adiantar algumas ações que possam ser tratadas com antecedência para não deixarmos para a última hora e tumultuar todo um processo”, declarou.

O desembargador lembrou que Mato Grosso é um estado com geografia ampla e com dificuldades de acesso em todos os locais, que incluem comunidades ribeirinhas e indígenas isoladas.

“É uma eleição bastante complicada e disputada porque se dá no âmbito municipal. Nós temos zonas de difícil locomoção, de difícil acesso, temos sessões em áreas indígenas, temos a necessidade de verificar questões de alimentação e logística para transporte. Tem uma série de fatores”, completou.