INVESTIMENTO CHINÊS

Ferrovia Sinop-Miritituba está na mira de investimentos dos chineses

Na reunião, os chineses demonstraram também grandes expectativas em relação às medidas a serem adotadas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro
Quarta-feira 15 de Maio de 2019
MT Econômico/Assessoria
Ferrovia Sinop-Miritituba está na mira de investimentos dos chineses

Em viagem pela Ásia com uma comitiva, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) que participa de reuniões e eventos em Xangai, na China, disse que os investidores chineses confirmaram que pretendem aumentar os investimentos no Brasil.

Entre os interesses dos chineses estão as ferroviárias, como a Ferrogrão – corredor ferroviário para escoamento de grãos da Região Centro-Oeste, que será construído entre Sinop e Itaituba (PA), onde fica o Porto de Miritituba. O projeto é orçado em US$ 3,37 bilhões e o edital deve ser lançado no quarto trimestre deste ano, informa o ministério. Não foram detalhados o montante que os chineses podem investir na ferrovia que terá 1,2 mil km de extensão e será construída por multinacionais do agronegócio e o governo para agilizar o escoamento de grãos de Mato Grosso com maior rapidez e redução considerável no custo do frete.

Os chineses continuam sendo maiores compradores de soja e demais produtos produzidos em Mato Grosso. Tereza Cristina apresentou dados do setor agropecuário e áreas com potencial de crescimento para um grupo de 40 investidores chineses com projetos no Brasil.

Outra obra citada foi a Fiol (ferrovia que ligará Ilheús (BA) a Figueirópolis (TO), para escoar minério de ferro da região de Caetité e grãos) e a Norte-Sul (principal via para o escoamento de grãos pelo Arco Norte com investimentos estimados em US$ 680 milhões), informa a assessoria.

Na reunião, os chineses demonstraram também grandes expectativas em relação às medidas a serem adotadas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro para destravar a economia do país.

Os investidores informaram para a ministra que pretendem aumentar o montante aplicado no Brasil, em setores de sementes, suinocultura, infraestrutura e ferrovias.

Em publicação anterior do MT Econômico, existe outro projeto ferroviário previsto para Mato Grosso. Para este projeto o investimento deve ser nacional e vai contribuir com a logística do estado. Veja mais neste link.


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS