TRANSIÇÃO

Mauro Mendes e Casa Civil farão a transição de governo

Novo governador já começou a trabalhar e vai coordenar pessoalmente a transição; Casa Civil cuidará da transição pelo governo
10-10-2018
Fonte: Redação
Foto: Mato Grosso Econômico

O governador eleito Mauro Mendes (DEM) anunciou que ele mesmo pretende coordenar a equipe de transição junto a Casa Civil do governo Taques que deve começar ainda essa semana.

Mauro quer se interar de todas as informações sobre como está realmente o financeiro do estado e também a gestão em si. Ele deve se reunir com o governador Pedro Taques do PSDB para discutir alguns assuntos.

Como ainda não se reuniu com  o governo, Mauro já se adiantou e se reuniu ontem(08) com a bancada federal para se interar das  emendas de aproximadamente R$ 150 milhões. 

Do lado do atual governo, a transição será coordenada pelo secretário-chefe da Casa Civil Ciro Gonçalvez. 

Está inclusive agendada uma reunião com todos os secretários de estado para serem passadas todas as informações de como será a transição.

“O processo de transição é o enlace da equipe do atual governo com o governo que passa a assumir a partir de janeiro de 2019. E eu vou exercer essa coordenação em nome do governador Pedro Taques. Amanhã teremos uma reunião com todos os secretários”, disse o chefe da Casa Civil. 

Mendes, por sua vez, já começou o trabalho voltado para o seu governo. Nesta segunda-feira (08) ele se reuniu com deputados federais e senadores para discutir emendas de aproximadamente R$ 150 milhões. 

“Hoje nós já temos a primeira reunião de trabalho, conforme havíamos prometido. Teremos uma reunião com alguns deputados federais, senadores, para falar sobre o processo de definição das emendas parlamentares, da emenda de bancada, quase R$ 150 milhões para o próximo ano, que será definido pelos atuais deputados federais e senadores, nós já queremos abrir um diálogo com eles”, afirmou. 

O democrata acredita que este recurso poderá auxiliar o Estado em áreas específicas como a saúde. “São mais de 100 milhões que serão muito importantes neste momento de dificuldade, que este dinheiro venha para o estado e que seja corretamente aplicado em alguma área estratégica. Eu penso que na saúde. Nós precisamos fazer a saúde do estado melhorar, dar um pouco de dignidade a população”, revelou. 

Além de se reunir com a bancada federal, o novo governador ainda se reuniu com a sua equipe para tratar sobre os detalhes da transição. “Nós vamos conversar também sobre os primeiros passos que nós faremos para definir equipe, metodologia de trabalho, na transição, mas eu irei pessoalmente coordenar essa equipe de transição, que será por área, por setores, mas eu faço questão, porque preciso ter todas as informações necessárias” disse. 

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



FINANÇAS PESSOAIS