CUIABÁ MAIS 300

Projeto Cuiabá Mais 300 é lançado no Centro Sebrae de Sustentabilidade

O diretor superintendente do Sebrae MT, José Guilherme, reforçou a disponibilização do conhecimento desenvolvido no Centro Sebrae de Sustentabilidade
Segunda-feira 18 de Fevereiro de 2019
Redação
Projeto Cuiabá Mais 300 é lançado no Centro Sebrae de Sustentabilidade
Foto: Reprodução

Em busca de uma cidade sustentável, a Prefeitura de Cuiabá sancionou o Projeto de Lei “Cuiabá Mais 300”. O lançamento foi realizado nesta sexta-feira (15), no Centro Sebrae de Sustentabilidade.

O Projeto de Lei tem como objetivo impulsionar estratégias de ações para o bem-estar e a qualidade de vida da população cuiabana, envolvendo investimentos em infraestrutura urbana, avanços na rede de saneamento básico, uso de veículos híbridos no transporte coletivo, entre outros aspectos de desenvolvimento. “Tão importante quanto às ações dos 300 anos é o legado que deixamos para o futuro. Este projeto é fruto dos anseios para a cidade que desejamos”, reforçou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

O diretor superintendente do Sebrae/MT, José Guilherme, reforçou a disponibilização do conhecimento desenvolvido no Centro Sebrae de Sustentabilidade. “Uma cidade é feita de cidadãos e uma gestão que entende a relevância da sustentabilidade na sociedade possui uma visão contemporânea. No Sebrae Mato Grosso recebemos dirigentes de diversos países em busca de informação sobre as melhores práticas sustentáveis e estamos à disposição para ajudar a gestão municipal nesse processo de transformação de Cuiabá”.

“Várias iniciativas citadas hoje aqui, como o bueiro inteligente, a coleta fluvial, são de suma importância. Fico feliz em ver Cuiabá dar esse passo, mas também precisamos envolver a população. Não adianta só o município fazer uma parte, se a população também não contribuir. O problema do lixo, dos resíduos, da proteção ao meio ambiente é um problema de todos. E me preocupa o silêncio de Várzea Grande. Todos nós, de Cuiabá e Várzea Grande, somos os principais responsáveis pela poluição e pela proteção do Pantanal”, disse Jean Peliciari, diretor executivo da Teoria Verde.

O ambientalista Hélio Gomes, que há mais de 12 anos trabalha com educação ambiental atuando como o “fiscal do lixo”, reforçou a necessidade de colocar em prática essas ações descritas no Projeto de Lei. “Precisamos de uma efetiva coleta seletiva, envolvimento com cooperativas e de educação ambiental. Cuiabá vai completar 300 anos e, assim como as escadarias da Lapa, no Rio de Janeiro, as escadas do Morro da Luz também poderiam ser transformadas em atração turística. No local podem ser desenvolvidas ações ambientais e culturais. O morro está no coração da cidade, carrega muita história e, hoje, as pessoas têm medo daquele lugar”, exemplificou o ambientalista.

O marco inicial do “Cuiabá Mais 300” foi realizado no Centro Sebrae de Sustentabilidade, a unidade de referência nacional em sustentabilidade para o Sistema Sebrae. Signatário do Pacto Global da ONU, o Sebrae trabalha comprometido com a Agenda 2030 e com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e há mais de 40 anos em Mato Grosso, busca de transformações efetivas no campo da gestão pública promovendo a competitividade, o empreendedorismo e a sustentabilidade dos pequenos negócios.

Além do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e do diretor superintendente do Sebrae/MT, José Guilherme Barbosa Ribeiro, a solenidade contou com a participação de cidadãos, representantes da sociedade civil organizada, ambientalistas, diretores do Sistema S, do Tribunal de Justiça do Estado (TJMT) e Tribunal Regional do Trabalho (TRT), secretários do governo municipal. (com assessoria)
 


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS