DEMANDAS

Representantes das Associações Comerciais de MT apresentam demandas ao governo

As pautas foram formalizadas por meio de uma carta propositiva entregue ao chefe do executivo pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (Facmat)
Sexta-feira 29 de Junho de 2018
Redação
Representantes das Associações Comerciais de MT apresentam demandas ao governo

Na última quinta-feira (28), representantes das Associações Comerciais e Empresariais (ACE's) de Mato Grosso se reuniram com o governador Pedro Taques e o presidente da Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso (Desenvolve MT), José Adolpho, para discutir propostas voltadas ao incentivo fiscal, segurança jurídica, oportunidades de investimento e desenvolvimento econômico para o setor no Estado. 

As pautas foram formalizadas por meio de uma carta propositiva entregue ao chefe do executivo pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (Facmat). “Foi uma honra recebê-los aqui e tenho interesse em continuar trabalhando para a recuperação da economia. Estas questões me preocupam muito desde quando eu ainda estava no Senado”, destacou o governador Pedro Taques.

A carta propositiva, explicou o presidente da Facmat, Jonas Alves, visa sugerir alternativas para que o governo enfrente os desafios que afetam a população mato-grossense como um todo, em especial as atividades empresariais, e aproveite as oportunidades que se apresentam. "Sugerimos que sejam criadas políticas públicas governamentais que alavanquem o desenvolvimento sustentável e ajudem na retomada da economia estadual, com índices expressivos de crescimento", disse. 

Outra sugestão apresentada na carta é em relação à segurança jurídica, com maior qualidade, previsibilidade e qualidade das normas, com discussão antecipada, e edição de decretos e resoluções claros, estáveis e aplicações que não deixem dúvidas aos empresários. A conectividade em todas as regiões do Estado que sofrem com a falta de fibra ótica para se comunicar via Internet também foi citada na carta. 

Para o presidente da Desenvolve MT, José Adolpho, não existe desenvolvimento sem o comércio. “O agro tem sua importância, a indústria tem sua importância, mas o comércio é o setor que mais gera emprego e renda dentro do Estado de Mato Grosso e no Brasil. É essencial mantermos essa empatia, mostrar o que o Governo está fazendo e como podemos ajudar”, disse o presidente.

As considerações sobre a edição de decretos tributos de consumo e processos tributários apresentados na carta propositiva, foram explicadas pelo secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo. Conforme ele, dois novos projetos de lei que prevêm alterações nas normas e resoluções, devem ser apresentados na próxima semana e, posteriormente, encaminhados para votação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. “A reforma tributária dá segurança jurídica e vai simplificar. Naquilo que o Estado pode fazer dará um grande passo, mas precisamos entender também como será no âmbito nacional”, ponderou.

O presidente Jonas Alves considerou a reunião como uma oportunidade ímpar, por reunir representantes de Associações Comerciais de várias cidades. “O governador ouviu a todos com atenção e cuidado. Estamos muito satisfeitos, porque o governo está apontando que irá caminhar na direção de um Estado mais eficiente que preste os melhores serviços à população“, concluiu.

Entres os participantes estavam representantes das Associações Comerciais dos municípios de Água Boa, Alta Floresta, Alto Araguaia, Arenápolis, Barra do Bugres, Cáceres, Campos de Júlio, Canarana, Cuiabá, Diamantino, Guarantã do Norte, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Nova Olímpia, Pedra Preta, Peixoto de Azevedo, Primavera do Leste, Rosário Oeste, Rondonópolis, São José do Rio Claro, Sorriso, Tangará da Serra, Terra Nova do Norte e Várzea Grande.
 


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS