Doação

Unicred MT doa 17 toneladas de alimentos e beneficia mais de 15 instituições carentes em todo estado

Além de levar alimentos para aqueles que precisam, ajudou os microempresários locais que também foram afetados pela pandemia
Luciane Mildenberger
Unicred MT doa 17 toneladas de alimentos e beneficia mais de 15 instituições carentes em todo estado

A Unicred Mato Grosso, por meio da campanha do Dia C (Dia de Cooperar), arrecadou e doou 17 toneladas de alimentos não-perecíveis à famílias em situação de vulnerabilidade social em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Durante a campanha, os Pontos de Atendimentos (PAs) da cooperativa, em nove cidades do estado, arrecadaram 1300 cestas básicas, sendo 300 doadas pelos cooperados e colaboradores, e mil oferecidas pela Unicred MT, em contrapartida.

As cestas básicas foram distribuídas entre os dias 13 e 20 de agosto, beneficiando mais de 15 entidades que sobrevivem de doações. A contrapartida das cestas básicas pela cooperativa contemplou e movimentou a economia local das cidades onde a Unicred MT está presente. Além de levar alimentos para aqueles que precisam, ajudou os microempresários locais que também foram afetados pela pandemia. Os conselheiros da cooperativa nos municípios participaram das entregas.

"Estamos muito felizes com o resultado da campanha do Dia C, que este ano, devido à pandemia, buscou levar solidariedade e cooperação aos mais necessitados, beneficiando entidades carentes que prestam auxílio às pessoas em situação de vulnerabilidade social. Agradecemos a todos os cooperados e colaboradores que abraçaram a campanha e contribuíram com essa causa tão nobre", destacou o presidente da Unicred MT, Ronivaldo Lemos.

Ele enfatizou a iniciativa da cooperativa em doar mais cestas básicas em contrapartida à doação recebida em cada município. "Como instituição financeira, foi a forma que encontramos de contribuir ainda mais com a sociedade neste momento que todos estão vivendo, em que a cooperação e a colaboração se mostram mais importantes do que nunca. Essa é a melhor forma de prosperarmos", afirmou.

Cuiabá e Várzea Grande

Os municípios de Cuiabá e Várzea Grande encerraram a campanha no dia 20 de agosto, com a doação de 6,7 toneladas na Capital e 900 quilos na região metropolitana, de alimentos não perecíveis e dezenas de kits de higiene pessoal para o Lar dos Idosos São Vicente de Paulo, o Centro Pedagógico de Ensino Especial Regina Maria Silva Marques (Cenper), a Congregação Presbiteriana do Bairro Pedra 90 e a Fundação Nova Suíca Rachele Steingruber.

O gerente do Ponto de Atendimento (PA) da Unicred MT Jardim Cuiabá, João Carlos Blachá, participou das entregas e enalteceu a campanha, lembrando que um dos princípios do cooperativismo é a intercooperação. "Atuar como voluntário na campanha reforça um dos compromissos da Unicred MT, que é levar prosperidade à vida de todos, fazendo a diferença na comunidade em que vivemos", declarou.

Para João Gumercindo Cassin, diretor do Lar dos Idosos São Vicente de Paulo, em Várzea Grande, as doações significam um alívio na parte alimentar por alguns meses, já que as arrecadações caíram em função do necessário isolamento social. "Somos muito gratos por essas doações, essas cestas básicas irão suprir a alimentação por um bom tempo. Também recebemos kits de higiene pessoal para os 60 idosos, materiais que eles utilizam diariamente", ressaltou. Na instituição foram entregues 231 cestas básicas.

Em função da pandemia, os idosos que tanto adoram receber visitas, não puderam socializar com a equipe que realizou a entrega, fato lembrado pela gerente do PA Unimed Cuiabá, Ana Paula Pimenta. "Nas entregas de anos anteriores fazíamos uma confraternização, com bastante alegria e carinho, mas este ano não foi possível, por questão de segurança. Contudo, sentimos a felicidade do senhor João em receber as doações e isso nos encheu de emoção e confiança de que doar vale a pena", disse a gerente.

Já a gerente da Unicred MT Cuiabá Sede, Sirlene Dias, reitera que a pandemia despertou a solidariedade em muitas pessoas. Ela já conhecia alguns projetos sociais, como o Cenper e a Fundação Nova Suíça, e participou das entregas, o que classificou como um fortalecimento pessoal, em meio a tantas dificuldades alheias. "Muitos cooperados foram solidários e participaram da campanha, contribuindo com essas instituições que realizam trabalhos dignos e honestos. Me senti ao final de cada entrega mais ajudada do que ajudei, com aquela energia boa de gratidão que nos retorna", finalizou.

Mais Doações

A Igreja Presbiteriana Adonai, no Bairro Pedra 90, em Cuiabá, desenvolve trabalho social na comunidade há mais de 20 anos e recebeu parte das cestas básicas. Responsável pelo projeto, o pastor Wanderley Silva Brito, agradeceu as doações que classificou como "bênçãos". 

"Temos como um dos lemas assistir o ser humano nas suas necessidades. Cremos no Evangelho que não é somente pregado através de palavras, mas também de ações, e desenvolvemos a assistência social". Ele acrescentou que a doação soma com o trabalho prestado pela igreja no bairro, um dos mais populosos e carentes da Capital.

O gerente de Relacionamento do PA Unicred Várzea Grande, Paulo Roberto Ferreira Matos, acredita que o papel de uma cooperativa, mais do que atuar como instituição financeira, também é apoiar o lado social da comunidade em que está inserida. "A campanha do Dia C mostra nossa preocupação com a sociedade em que estamos inseridos e isso traz mais resultados positivos para a cooperativa".

Conforme o Centro Pedagógico de Ensino Especial Regina Maria Silva Marques (Cenper), que oferece apoio para 138 crianças com algum tipo de deficiência, as doações irão beneficiá-las enquanto estão em casa, aguardando pelo retorno das atividades. "Atualmente não estamos recebendo as crianças por causa da pandemia, mas os pais nos procuram pedindo doações. As alimentações em casa aumentaram, então temos o cadastro dessas pessoas, telefonamos e elas retiram as cestas aqui", explicou a diretora do Cenper, Jacy dos Anjos e Castro.

Outro projeto que recebeu as doações da campanha do Dia C é a Fundação Nova Suíça, criada pela enfermeira missionária radicada no Brasil, Rachele Steingruber, em 1991. O trabalho iniciado nos subúrbios de Várzea Grande e Cuiabá, conta com a colaboração de voluntários para oferecer educação escolar, saúde, esporte, alimentação e planejamento familiar, acolhendo famílias e crianças.

A campanha do Dia C deste ano ocorreu entre os dias 04 de julho a 04 de agosto nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Primavera do Leste, Tangará da Serra, Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum. 

Leia mais - Opinião: Cooperar é sempre um bom negócio


COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS