Área de soja convencional deve crescer na safra 2022/23 em Mato Grosso

“Atualmente, há falta de produto porque durante três safras os prêmios foram desanimadores. Queremos que os compradores europeus definam contratos mais longos, de dois a cinco anos, para que todos os elos da cadeia possam se planejar, desde o sementeiro até as empresas de armazenagem e logística”, frisa o diretor do ISL Endrigo Dalcin

Leia mais