MT deve fechar 2021 com volume recorde nas exportações de carne bovina

Com relação aos preços praticados em toda a cadeia produtiva, há uma expectativa de estabilidade. Isso porque, com a redução do abate de fêmeas nos dois últimos anos, a oferta de animais deve aumentar em 2022, normalizando a pressão de custos dentro da porteira. A maior disponibilidade de animais também poderá ser sentida nas indústrias e consequentemente no varejo

Leia mais

Decisão da China é um importante passo para retomada das exportações de carne, segundo Acrimat

O Brasil suspendeu as exportações de carne bovina para a China após detectar dois casos atípicos de doença da vaca louca. No entanto, a carne que já estava nos portos continuou sendo exportada e acabou ficando retida na alfândega chinesa. Agora, com a decisão da China, os carregamentos armazenados nos portos chineses serão liberados

Leia mais

China libera entrada de carne brasileira, mas impõe data-limite para certificações até 4 de setembro

Mato Grosso, maior produtor nacional da proteína animal, contabilizava até outubro queda de 56% na receita das exportações da carne bovina e seus derivados. Conforme o Instituto Mato-Grossense da Carne (Imac), o faturamento naquele mês passou de US $ 252,63 milhões para US $ 110,53 milhões. Em comparação com outubro do ano passado, uma queda na receita foi de 29%, quando foram comercializados US $ 156,52 milhões

Leia mais

Sindifrigo culpa ‘ganância do varejo’ por queda de preços não chegar ao consumidor final

Houve quedas de 15% a 20% na arroba do boi e na carne da indústria para o atacado, mas no balcão não teve nenhuma queda, ou seja, foi 0%, o que o varejo baixou em seus produtos, denuncia Bellicanta

Leia mais