Intenção de Consumo em Cuiabá volta a índices pré-pandemia

A pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e analisada pelo Instituto de Pesquisa e Análise Fecomércio Mato Grosso (IPF/MT) mostra, ainda, que o índice já acumula alta de 11,1% de janeiro a julho, o que revela um cenário positivo em relação ao consumo para o segundo semestre do ano

Leia mais

Intenção de consumo das famílias atinge maior nível do ano em Cuiabá

O presidente da Fecomércio/MT, José Wenceslau de Souza Júnior, destacou as boas condições para o consumo, em meio à instabilidade econômica percebida no início do ano. “O crescimento contínuo do ICF no primeiro semestre do ano, em Cuiabá, mesmo com a elevação dos juros e da insegurança na economia provocada pela guerra da Ucrânia e Rússia, o consumo das famílias ainda se mantém como impulsionador econômico”

Leia mais

Consumo dos cuiabanos cresce pelo quinto mês consecutivo

Entre os subíndices avaliados em Cuiabá, a maioria apresentou um resultado positivo na variação mensal, com destaque no indicador do ‘Emprego Atual’ e ‘Compra a Prazo’, com 2,5% e 1,5%, respectivamente. Entretanto, o índice de ‘Perspectiva de Consumo’, que estava em alta no mês anterior, neste mês se encontra com uma variação mensal de 3,9% negativos, sendo a maior variação dos subíndices analisados

Leia mais

Abril vai sendo marcado pelo forte crescimento na intenção de consumo dos cuiabanos

O superintendente da Fecomércio/MT, Igor Cunha, confirmou o bom crescimento da pesquisa, reforçando a tendência de recuperação da economia e, consequentemente, de aumento no consumo a curto e médio prazo. “Com uma forte alta no mês, sendo a quarta consecutiva, e uma melhora considerável do índice se aproximando de patamares pré-pandêmico, a pesquisa demostra otimismo por boa parte da população, visto que o consumo está sendo estimulado, em razão do cenário positivo da economia”, explicou

Leia mais

Pesquisa aponta que maioria dos mato-grossenses pretende gastar R$ 174 nesta Páscoa

Entre os valores previstos para serem gastos, a maioria das pessoas (29%) pretende gastar R$ 100, seguido daqueles que pretender dispor de R$ 200, que somam 23%. Chocolate é o produto que será mais consumido pelos entrevistados (96%), peixe aparece em seguida (36%), com bacalhau (3%) e vinho (2%) também sendo lembrado pelos pesquisados. Apenas 4% dos que responderam à pesquisa disseram que irão buscar alimentação fora do domicílio

Leia mais

Intenção de consumo das famílias de Cuiabá cresce pelo terceiro mês consecutivo

No entanto, o que chama a atenção é que o resultado está 2,3% acima do verificado em março do ano anterior, quando atingia 72,2 pontos. Segundo Maurício Munhoz, esta melhora da Capital destoa do restante do país, “pela força do agronegócio, que acaba por alavancar outros setores da economia e contribui para deixar o mercado mais otimista”

Leia mais

ICF cai pelo segundo mês seguido e tem pior ano da série histórica

O ano de 2020 apresentou grandes obstáculos para o consumo. Já 2021 foi marcado pela incerteza e consequências das medidas do ano anterior. Os consumidores enxergaram uma recuperação gradual e desaceleraram a cautela, mas ela permanece”, observa

Leia mais

Mesmo com redução sobre consumo, cuiabanos gastaram mais em relação a 2020

A recente queda da pesquisa reflete os efeitos da elevação nas taxas de juros e da inflação que atingiu todo o mundo. A explicação é do diretor de Pesquisas do Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio (IPF/MT), Maurício Munhoz, que destacou que Cuiabá resistiu mais do que o resto do país, “já que no mês passado, enquanto o Brasil já apresentava queda no índice de intenção de consumo das famílias, a Capital mantinha o mesmo índice”

Leia mais

Com inflação em alta, intenção de consumo dos cuiabanos começa a dar sinais de cautela

Esse cenário de cautela no consumo já é reflexo da inflação e era um cenário previsto, conforme noticiado pelo Mato Grosso Econômico em agosto desse ano.

Leia mais

Tendência de consumo aumenta em Cuiabá, mas pesquisa aponta insegurança no emprego

A análise do IPF-MT mostra preocupação com relação à segurança do emprego, sob o ponto de vista do empregado.

Leia mais